English French German Spain Italian

24 de maio de 2010

Fúria de Titãs... O Original


Por Jardel Nunes


Precisa existir uma regra quando se vai assistir a um filme antigo, principalmente quando o mesmo se utiliza de muitos efeitos visuais, como este caso: esqueça que você pode estar assistindo esse filme em uma grande TV de LCD ou na tela de um notebook, e que o filme está contido em um “disquinho” com uma boa definição de imagens e áudio...


Pensando dessa forma, os antigos filmes e seus efeitos não vão parecer “toscos” e poderá aproveitar ao máximo a história, que por sinal é muito legal... após ter sua cidade natal destruída quando ainda era bebê, Perseus, filho de uma mortal com Zeus, o Deus dos Deuses, se torna um grande guerreiro e se apaixona por Andrômeda. Mas logo após a união dos dois, a Deusa Tétis (que quer se vingar de Zeus por ele ter amaldiçoado seu filho Calibos) pede o sacrifício da moça para salvar sua cidade e seu povo...


Para isso, Perseu vai ter que passar por uma grande odisséia para conseguir a única coisa capaz de derrotar o temível Kraken, que será mandado por Tétis para sacrificar Andrômeda.


O filme mostra um roteiro e ritmo interessantes (lembre que na época os filmes não eram tão agitados como hoje em dia), além de um bom elenco de atores, com Laurence Olivier (Zeus), Harry Hamlin (Perseu) e Judi Bowker (Andrômeda)... mas o mais interessante são mesmo os efeitos criados por Ray Harryhausen. Em 1981 (ano do lançamento do filme), já se podia criar efeitos digitais, mas Ray adorava mostrar sua apurada técnica de animação em Stop-Motion, que aqui, ele usou para criar o grandioso Kraken e a simpática Bubo, a coruja que ajuda o herói em sua tragetória.


Uma boa dica para aqueles, que como eu, gostaram muito do trailer e pretendem assistir ao remake estrelado por Sam Worthington (astro de Avatar) e dirigido por Louis Leterrier (diretor do último filme do Hulk)... vale lembrar que a nova versão de Fúria de Titãs estreou nas telonas nacionais na última semana. Ah, e a regra lá do primeiro parágrafo, fui eu mesmo que inventei... e pelo menos pra mim, funciona...


6 comentários:

  1. Um dos filmes mais divertidos que ja vi. Não me canso de assistí-lo!

    http://cinema-em-dvd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns por sua indicação! Vc merece!

    ResponderExcluir
  3. Não deve ser pior que o remake. :D

    Abraço
    Cinema as my World

    ResponderExcluir
  4. Vi a versão nova apenas. Inclusive acabei de postar um texto sobre o filme. Não é tão bom qnt o trailer exaltava, mas ainda sim é uma boa diversão. Agora a história do remake, sofreu algumas alterações, que não sei se fizeram melhor, ou não, para a trama. Grande abraço Jardel.

    Visitem

    www.cinemaniac2008.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Felipe, vale muito a pena ver o filme, pelo que eu já vi lá no teu blog, tenho quase certeza que você vai gostar.

    Kahlil, eu só assisti uma vez (que eu lembre), mas aceitaria tranquilamente assistir mais vezes...

    Jenifer, muito obrigado... conto com seu voto...
    Pareço político ein? hehe

    Nekas, ainda não posso dar essa opinião, pois não vi o remake ainda. To esperando chegar no cinema da minha cidade, morar no interior tem suas desvantagens...

    Thicarvalho, pelo que eu li da nova versão, parece que a história foi um pouco alterada mesmo, mais curta até. Estou esperando para assistir o filme na telona, mas parece que o trailer é o melhor do filme...

    Abraços a todos, obrigado pelos comentários e desculpem pela demora na resposta.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Sim? Não?
Deixe seu comentário... Abraços, e até logo.